Terça, 18 de Janeiro de 2022
37°

Pancada de chuva

Nova Santa Rosa - PR

Economia Desenvolvimento

Empresa alemã apresenta programa para tornar Nova Santa Rosa cidade modelo em sustentabilidade

03/12/2021 às 18h11
Por: Redação Fonte: Assessoria NSR
Compartilhe:
Foto: Divulgação/Assessoria NSR
Foto: Divulgação/Assessoria NSR

O prefeito de Nova Santa Rosa, Norberto Pinz, o vice-prefeito, Noedi Hardt, presidente da Câmara de Vereadores, Chiquinho Schindler, ex-prefeito Elio Migliorança, vereadores e demais autoridades locais assistiram, nesta sexta-feira (3), uma apresentação de proposta para Nova Santa Rosa se tornar município modelo em sustentabilidade.

Quem apresentou o programa foram os representantes da empresa alemã – Le Me Biogás – e também cooperados da Ambicoop (Cooperativa de Produção de Energias Sustentáveis), Neudi Mosconi e Moacir Vanzzo.

Na ocasião o objetivo foi motivar os nova-santa-rosenses sobre a criação de uma forma eficiente de coleta dos dejetos das propriedades criadoras de suínos e também para a redução de custos na produção.

Os representantes da empresa alemã explicaram que a tecnologia usada para geração da energia sustável é originária da Alemanha e a intenção é que ela seja fomentada no munícipio de Nova Santa Rosa.

Conforme os últimos dados oficias divulgados pela Secretaria da Agricultura e do Abastecimento (Seab) a região Oeste do Paraná é responsável por mais de dois terços da produção paranaense de suínos e Nova Santa Rosa se destaca em 4º lugar no Estado como maior produtora em Valor Bruto da Produção (VBP) de suínos de corte.

Desta produção restam os dejetos dos animais e assim, para atender essa demanda, entra em cena a construção de usinas de Bioenergia, planejadas com a utilização de redes coletoras, no mesmo princípio do saneamento urbano. Esta seria uma forma eficiente, para coletar os dejetos das propriedades e também para redução dos custos.

Somado a isso a topografia do município e suas bacias hidrográficas permitem a implementação do saneamento agropecuário com sistema de redes de escoamento dos dejetos até as unidades de tratamento e transformação por declividade, permitindo economia e segurança.

Uma visão geral apresentada na reunião mostra que o município permite presumir que três unidades de tratamento seriam suficientes para a gestão e transformação dos resíduos em energia e adubo orgânico.

"É algo para ser muito bem estudado; não estamos fazendo promessas, mas é interessante que a comunidade de Nova Santa Rosa tenha conhecimento desta possibilidade e que juntos possamos pensar na viabilidade de implementação", comentou o prefeito Norberto.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias